Você tem certeza que sabe o que é uma #hashtag?

Em uma época não muito distante, em um canal chamado Twitter, nasceram as #hashtags… A Hashtag nada mais é que o caracter cerquilha, cardinal, octothorpe, hash, ou simplesmente jogo da velha, antes de uma palavra ou termo. (Compliquei só pra mostrar que sei! hihi)

OK, descomplicando: Hashtags =  # + palavra-chave ou termo para categorizar um tweet. Elas foram criadas como forma de organizar o conteúdo e facilitar a encontrabilidade de um determinado assunto no Twitter.

Ao unir: # + palavra-chave ou termo, se cria automaticamente um link. Assim os usuários podem clicar nessas #hashtags e visualizar o que todos os usuários estão falando sobre um determinado assunto.

Quando usada corretamente, a #hashtag se torna inteligente e genial! As #hashtags variam e podem ser usadas para diversas campanhas e mobilizações como: #projetofichalimpa #adotarfazbem #doesangue. Depois da tragédia da boate Kiss em Santa Maria/RS, criou-se a hashtag #PrayforSantaMaria, onde usuários do mundo todo publicavam mensagens de apoio e orações as famílias. Até Lady Gaga enviou sua mensagem, veja aqui!

Momento #ficadica: Hashtags são palavras ou termos curtos e não frases e textos!

As hashtags podem ser usadas em eventos, homenagens, demonstrar sentimentos entre outras mil possibilidades. Quem nunca viu por ai um #ficadica ou #chatiado?

A #hashtag pode ser usada também como uma ação transmídia. Quantas programações na TV, por exemplo, as pessoas se dividem em telespectadores e usuários, para acompanhar a programação e transmitir em real time o que acontece? Um exemplo? No Oscar desse ano foram usadas: #redcarpet e #oscar2013.

“Carol, então posso criar #hashtag de qualquer coisa?”
Sim! Porém, crie com um motivo, um porquê e um propósito!

Momento #ficadica: não dê espaços entre as palavras e não utilize acentos nas #hashtags.

Essa forma de organização de conteúdo já é possível ver em mais canais digitais, como o Tumblr, Pinterest, Google + e o Instagram. Porém, o Instagram veio e, como eu poderia dizer… cagou estragou tudo!

O Instagram permite até 30 hashtags por foto, e a maioria dos usuários se deixar usam as 30 e ainda ficam #chatiados por acharem pouco. No Instagram quanto mais hashtags e dependendo da hashtag, você ganha mais curtidas e fica mais popular. Porém, fazendo isso, ALÉM DE CHATO, você deixa de lado muitas vezes o real objetivo da #hashtag.

Viciado nas Hashtags

Momento #ficadica: Não use hashtags em excesso! Mantenha no máximo 3 por conteúdo ou foto.

Neste site aqui, você consegue acompanhar as #hashtags mais populares do Instagram. Observe como 80% delas são as mais inúteis possíveis: #pleasefollow (oi, desespero? #mamãequeroserpop) #me (really? achei que era um alien!) #justinbieber (ah vá!) entre outras como, #instagood, #instafollow, #instalife, #instafuckyou!!! #SDDSTwitter!

Momento #ficadica: Não transforme frases em várias hashtags! #Hoje #calor #merece #uma #praia!

No Facebook não é possível o uso das #hashtags, AINDA! Muitos “entendedores” e PhD em #hashtags jogam indiretas e vivem criticando quem usa hashtag no Facebook. O fato é que as #hashtags passaram a fazer parte da vida de muita gente. Eu sou um exemplo. Eu falo pessoalmente usando #hashtags, eu penso em #hashtags e as uso em todos os meios! Sofro de distúrbios digitais, fazer o quê né?

Momento #ficadica empresarial: Utilize #hashtags que tenham a ver com seu negócio! Se você tem uma empresa de moda, utilize hashtags populares como: #dicademoda #fashion (Aqui você consegue pesquisar e analisar o alcance e popularidade das #hashtags no Twitter!)

Voltando ao Facebook… Já faz tempo que o Facebook demonstra indícios de se inspirar e copiar no que há de bom no Twitter. Primeiro foram as listas, depois marcar pessoas utiizando o “@” e já está mais do que na hora de trazer as #hashtags. Aqui está a matéria que saiu no The Wall Street Journal sobre o Facebook estar trabalhando para incorporar o uso das nossas queridinhas #hashtags!

E agora? Oremos, para as #hashtags não serem mais banalizadas do que já estão.
E que os usuários usem com propósito e bom senso! Amém!